"As piras de Angel..."

Dedico este blog ao Amor e às incógnitas da vida, responsáveis pelos mais belos insights. Caminhando rumo à evolução do corpo, da mente e da alma, eternamente...

"Espíritos fortalecidos de paz deixavam de chorar, neste tempo, grandes energias passeavam aos corações. Fomos lançados ao infinito..."

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

O que realmente vale...

Gosto da simplicidade das coisas...a beleza da Vida.

A simplicidade de um sorriso, a simplicidade de uma rosa.

Em tudo podemos encontrá-la, seja naquela simples viagem, seja naquela viagem pra Europa.
Naquele vestido luxuoso, naquele vestido simples.
Naquele carro do ano, naquele que não.
Naquela lingerie rendada de cetim, naquela sem tantas rendas assim.
Naquela comida requintada, naquela que já é o suficiente.
Naquela festa de aparências, naquela de gargalhadas sinceras.
Naquele sapato lindo, nos pés descalços na grama.



Temos sim que buscar sempre o melhor, claro que ter um carro do ano é melhor que ter um mais simples com menos conforto.
Claro que ter uma casa luxuosa é legal, e temos que correr atrás dela se quisermos, com toda a certeza. Mas não podemos nos esquecer de que já temos o suficiente para muita coisa. Não podemos nos tornar pessoas insaciáveis pelo que não temos, mas pessoas agradecidas pelo muito que já temos.

Mesmo em um sapato luxuoso é possível encontrar a simplicidade...tudo depende de como você o interpreta.

A simplicidade está nos atos, e não naquilo que se tem.

De nada adianta a melhor sapatilha se não se tem uma boa dança.

3 comentários:

Quase Anônimo disse...

SER SIMPLES É COMPLEXO
SER CÚMPLICE É PERVERSO
SEM NEXO NEM SE CULPE
POR FALAR PRO UNIVERSO
APENAS NO DISCURSO
APENAS MAIS UM VERSO
SIMPLES É O VENTO
OU AINDA O VAZIO
UM LENTO MOVIMENTO
UM LEVE ARREPIO
MAS EXISTE UM ELEMENTO
AQUELE QUE MAIS ENSINA
O DE SENTIR A DOR
PARA A QUAL NÃO HÁ VACINA
DE VER PARTIR SEU AMOR
TRISTE MOMENTO, TRISTE SINA
SOFRER TE EXPÕE
TE RASGA, PINICA
TE TIRA O PUDOR E NÃO REPÕE
MAS FINALMENTE TE EXPLICA
O QUE REALMENTE VALE...
VOCÊ JÁ SABE

Angelica Marin disse...

"Quase anonimo"... não entendi o que vc quis dizer neste texto, e se quiser, pode se identificar tranquilamente...

Quase Anônimo disse...

O anonimato protege
O quase, instiga, desperta
A menina curiosa emerge
Busca a resposta que a aperta

O que há para entender?
onde só existe verdade
Em meros joguinhos de palavras
que tentam definir simplicidade

Alguns versos eram prá você
Outros me revelam
Os terceiros para o mundo:
Sensações que nos nivelam

Entenda que não existiu pretensão
de ensinar nada a ninguém
Esta função nunca merecí
Foi só um grito, talvez em vão
Que naquela hora me fez bem,
pois chorei quando escreví

O simples surge por si só
Não se inventa, não se cria
Desata qualquer nó
Despe quem o maquia

Muitos se dizem
poucos o são
Sempre buscamos algo que nos paralise
Que nos deixe sem chão

Mas esquecemos com o tempo
Então lembramos com o tempo
Enfim, aprendemos com o tempo

O que realmente vale...

É ter tempo.