"As piras de Angel..."

Dedico este blog ao Amor e às incógnitas da vida, responsáveis pelos mais belos insights. Caminhando rumo à evolução do corpo, da mente e da alma, eternamente...

"Espíritos fortalecidos de paz deixavam de chorar, neste tempo, grandes energias passeavam aos corações. Fomos lançados ao infinito..."

segunda-feira, 29 de abril de 2013

O grito do bem

Independente de como eu esteja me sentindo agora.
Independente daquela tristeza que as vezes me aflige, pelos meus erros, pelos meus defeitos. Independente dos momentos em que me sinto sozinha.
Independente dos meus conflitos internos ou da vontade de chorar...

O mundo não pára.
As injustiças continuam ocorrendo a cada instante.
E a propagação do bem também não pode parar.
O fato de eu estar bem ou não, triste ou feliz, não vai mudar a existência ou não das injustiças pelo mundo.
Mesmo as vezes sem forças como agora, mesmo as vezes com pessoas contra, ou com qualquer tipo de preconceito...sei que não posso parar.
Fazer ou propagar o bem nem sempre é fácil, assim foi há dois mil anos.

Você já fez algo bom hoje?
O que você faz para tornar o mundo melhor? Para o mundo evoluir espiritualmente?
Pare um instante e pense no que você fez desde o momento em que acordou. Você fez algo cruel, algo injusto?
O que de bom você fez?


Eu digo sempre que devemos buscar a alegria das coisas, o positivismo, a felicidade, simplesmente ser feliz.
Mas de nada adianta você ser uma pessoa feliz, se for apenas para você mesmo, se não ajudar o mundo a evoluir de alguma forma.
A alegria é um sentimento que muitas vezes depende da fisiologia do corpo, se você dormiu bem ou não, da sua alimentação, do seu estado hormonal...enfim, várias são as influências.
Mas a base disso acredito que seja o seu entendimento de você mesmo. O você estar bem com você mesmo. Fazer o bem.
Sempre digo e ainda acho que nosso objetivo maior aqui é ser feliz e evoluir.
Não apenas um, nem apenas o outro, mas ambos simultaneamente.

Cumprimentar gentilmente alguém, ser verdadeiro, dar um bom dia ou simplesmente sorrir já é algo importante para tornar o mundo melhor.
Mas não o suficiente.
O mundo precisa de ATIVISTAS, seja em qual área for, ativistas do bem.
Como dizia Martin Luther King, "o que me preocupa não é o grito dos maus, mas o silêncio dos bons."
E isso também me preocupa.
De nada adianta você querer o bem, repudiar o mal, mas não ter uma atitude.
São ações e atitudes que transformam as coisas, não apenas idéias. Idéias isoladas são apenas idéias, um abstrato preso na mente do seu criador.



E mesmo com todas as crueldades e dificuldades do mundo, há sim muitas pessoas ativistas do bem.
Que elas tenham sempre a coragem de não calar-se, de lutar pelo bem, pela justiça, pelos indefesos e seguir em frente.
Dificuldades sempre virão, mas ativistas não podem desistir, pois o mundo sem eles é um mundo arruinado.
Não podemos deixar que a rotina e a ambição cotidiana nos ceguem para a verdadeira realidade em que vivemos.

Baseado na Verdade e no Amor, seja na área que for, o mundo precisa não do silêncio dos bons, mas de um grito pela paz, pela harmonia, pelo respeito, por empatia. Pela evolução da alma.

Sem dar o primeiro passo, não se chega a lugar algum.

Os meus conflitos internos, mesmo que no ápice hormonal, não se comparam ao sofrimento de tantas vidas.
Vamos em frente.


5 comentários:

ToconstruindomeuBlogainda disse...

Muito lindo o que você expressou em tudo...

"Me desculpem anjinhos por não fazer isso parar..."

Saiba que não é só você que pensa e sente isso...


(Angelica, você já leu, ou ouviu falar,sobre a Lei da devoração?)

Abraço de Luz...

Angelica Marin disse...

Olá. Obrigada!

Nunca ouvi falar a respeito dessa Lei da devoração...cheguei a pesquisar mas não encontrei nada.

Oq é?

ToconstruindomeuBlogainda disse...

Bom é algo que eu não acredito 100%, mas vale a pena pensar a respeito, e compartilhar com você... é só um fragmento de um entendimento maior, que particularmente eu busco: (A verdade mais próxima do "ideal").

Lei da devoração: Essa Lei estabelece que os seres animados para se manterem vivos, devem ingerir, digerir e excretar outros seres, como um ato perfeitamente natural, indiferentes a dor e ao terror que isso venha a causar, resultando tal ação repetitiva na cadeia alimentar ( como Lei ). Essa condição cruel rege toda matéria animada sob a lei da Dualidade....
Bom Angelica, eu complemento isso com outra leitura que eu fiz a respeito de observações de animais herbívoros se alimentando, um exemplo: uma girafa se alimentando de folhas, ela não come uma planta inteira o que ela faz é se alimentar um pouco de cada planta, mas porque? será que é por respeito? Não, não é... É porque as plantas ao se sentirem ameaçadas, liberam algo que funciona como uma auto-defesa, que possivelmente irá trazer alguma espécie de prejuízo ao animal que está colocando em risco a sobrevivência da planta...
E compartilho com você um ensinamento que meu pai me falou uma vez: " Numa casa, num ambiente familiar aonde convive pessoas por um determinado período de tempo, devemos observar as plantas que começam a nascer ao redor, pois é a natureza trazendo soluções para muitas coisas, como uma espécie de farmácia natural, que brota no seu quintal".
Sei que ele tem razão...

Rafael Spisla disse...

Faz tempo que eu não apareço no seu blog, mas fico feliz de ver que as coisas não mudaram muito por aqui.. continua inquieta, intensa e profunda como antes, talvez até mais!

Vi que você virou vegetariana também! :) Lembro de uma vez que conversamos sobre isso... e daquela vez que você me chamou pra ir no McDonalds depois de sair do Cross... hehehe tive que recusar... :P

Então, estou começando meu blog! Tomei a liberdade de me inspirar no seu e falar um pouquinho sobre as incógnitas da vida também... mas com certeza o meu nunca será tão espontâneo e profundo quanto o seu!

O endereço é:
www.instantedeluz.com

Vou esperar sua visita! E já coloquei o seu de volta na minha barra de favoritos!

Um beijo!

Ahh, e bom show para nós na terça que vem! :D

Angelica Marin disse...

Olá Rafael!

Quanto tempo heim.

Fico feliz de saber que vc continua acompanhando o blog!

E sabe que não me lembro de termos conversado sobre vegetarianismo...hehe...vc já era vegetariano?

Gostei do seu blog, quero ver com mais calma, me pareceu algo tranquilo e de boas energias...

Continue por aqui! Um beijo