"As piras de Angel..."

Dedico este blog ao Amor e às incógnitas da vida, responsáveis pelos mais belos insights. Caminhando rumo à evolução do corpo, da mente e da alma, eternamente...

"Espíritos fortalecidos de paz deixavam de chorar, neste tempo, grandes energias passeavam aos corações. Fomos lançados ao infinito..."

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Um novo coração...

Acreditar e confiar no outro sempre foi um ponto importante pra mim num relacionamento.
Falar o que se pensa, o que se gosta...e o que não gosta...o que lhe incomodou...
Um diálogo aberto sempre...
Mas de nada adianta existir esse diálogo se ele for falso.
Como já diz a mensagem principal deste blog...a coisa que eu mais admiro em um caráter é a sinceridade...a Verdade...aquela que meu amado Einstein sempre defendia com unhas e dentes...e por vezes esquecida no caos dos sentimentos humanos.

Hoje...continuo pensando dessa forma, espero nunca me esquecer dela. Mas ao contrário do que eu era antes...de me incomodar quando não havia confiança...de me preocupar se outro estava sendo sincero ou não, pois eu só queria a verdade sempre...hoje algo está mudando dentro de mim... está diferente...


Acho que me cansei de buscar a verdade nos outros...geralmente eu achava que ela estava lá, mas não estava de fato na mente do outro.
Hoje busco apenas a verdade em mim, como sempre busquei também.
A verdade no outro é algo que se eu tiver, perfeito...caso contrário...
Não me culpo mais, não cobro mais do outro, cada um faz o que quer da sua sinceridade ao próximo.

É...em 27 anos acho que o momento de esgotamento total chegou.
É como se o fato do outro mentir não me fizesse mais sofrer tanto...e sim um desapego vai tomando conta.
É incrível como perco o T agora ao invés de chorar. Ao lembrar de alguns relacionamentos antigos...eu não entendo como eu sofria tanto, se fosse hoje eu sentiria é puro desapego, pela mentira.
Por um lado é bom, pois me polpo do sofrimento causado pela mentira alheia. Chega de sofrer pelas inconsequências dos outros.
Mas por outro lado vejo que o outro sai em certa desvantagem...pois dessa forma minha entrega não será a mesma.
Sim, continuo sendo eu mesma, aquela Angelica...buscando sempre a Verdade em tudo...
Apenas estou agindo e me entregando agora não mais somente conforme o que sinto pelo outro, mas mais ainda pela reciprocidade que sinto em troca.
Se é certo ou errado...não sei...mas estou assim.


Mais tranquila, mais desencanada, com um desejo de me apaixonar ainda maior que antes....mas também sem me entregar da forma como eu gostaria.

4 comentários:

Pedro e Dani disse...

Lindo Angel!

JÔ disse...

A SINCERIDADE E A VERDADE...SEMPRE SERÃO O FUNDAMENTO...VC É ESPECIAL,TE ADMIRO...PARABÉNS.

ToconstruindomeuBlogainda disse...

Eu não tenho mais paciência com mentiras, pra mim, no mínimo uma pessoa tem que ser verdadeira totalmente...

Então classifico agora assim:
- Pessoas que aceitam mentiras, e as que não aceitam, é pq se aceitar será cúmplice...

(Show de bola o que vc escreveu, leu meus pensamentos e com sinceridade, respeito o que vc escreve...)

Bons sonhos...

ToconstruindomeuBlogainda disse...

Ser tolerante é divino, faz bem, é o melhor caminho; Mas sem aceitar!
Ter que se "policiar" em não esperar tanto do outro, exige muita vontade, mas a sensação que deixa não satisfaz.. pode ser a melhor escolha, mas sentimos que não completa, algo que falta...
Tb não sei se é certo ou errado, mas não me contento com coisas falhadas que pra mim são simples e fundamentais, pq conheço pessoas assim, pouquíssimas, mas conheço...
O viver, já me provou, estive dos dois lados da moeda, e aprendi a lição, então acho que temos que colaborar a favor da valorização da verdade, e não desanimarmos pq é raro, e difícil de encontrar nas pessoas, e sim, saber que é muito valioso. e precisa ser exercitado com todos...
Aceitar, seria como financiar a mentira...
A mentira causa dor e desarmonia, energias ruins, mas transformadoras...
Precisamos conhecer o falso para valorizar o verdadeiro...