"As piras de Angel..."

Dedico este blog ao Amor e às incógnitas da vida, responsáveis pelos mais belos insights. Caminhando rumo à evolução do corpo, da mente e da alma, eternamente...

"Espíritos fortalecidos de paz deixavam de chorar, neste tempo, grandes energias passeavam aos corações. Fomos lançados ao infinito..."

sábado, 30 de maio de 2009

"Relacionamento Sinérgico"



"É quando a soma de duas coisas dá maior que o valor aprendido!

2+2 = 4?

Não, nessa situação 2+2 = 5 !
É quando voce encontra alguém que pode conversar, ser sincero, sendo você mesmo o tempo todo na relação, sem mentir."
"São raros, mas existem e para que se tornem mais comuns, a humanidade precisa evoluir. Temos que buscar a elevação do nosso padrão moral e espiritual e criar uma nova atmosfera nesse Planeta. O auto conhecimento nos proporciona isso e, conforme formos transmutando nossas energias e crenças, mais nos aproximamos desse encontro, o encontro com 'o outro'. Somente no amadurecimento se entende. É difícil nos colocarmos fora de uma situação, afinal cada um tem uma história de vida. Hoje eu sei que viver de outra forma é muito doloroso, mas saber o que cada um vive é mais complicado ainda. Cada um tem seu tempo para decobrir o que vale a pena na vida. Agora como é que se descobre isso? Inevitavelmente, apenas vivendo, errando e acertando. Ninguém nasce com a fórmula, e pode ver, que a maioria que acredita num relacionamento sinérgico é que já passou por muitas e viu que pra ser feliz o caminho é esse." Autor desconhecido

"O sexo nunca será uma grande base para o casamento, pois sexo é diversão e brincadeira. Se você se casar com alguém por sexo, ficará frustrado, pois logo a brincadeira cansa, acaba a novidade e o tédio se instala. O casamento serve para cultivarmos uma amizade profunda, uma intimidade profunda. O amor faz parte do casamento, mas não é o principal. O casamento é algo espiritual. Espiritual! Existem coisas que você nunca conseguirá fazer sozinho. Até para evoluir você precisa de outra pessoa - alguém com quem você possa se abrir totalmente."
OSHO – Beloved of my Heart
É o coração guiando a alma...

13 comentários:

MRD disse...

Oi Angel...

Sempre abordando temas complexos...hehehe...

"..É quando voce encontra alguém que pode conversar, ser sincero, sendo você mesmo o tempo todo na relação, sem mentir."

esta seria a situação perfeita, mas como vc mesmo já disse q cada um tem uma historia de vida, a maior dificuldade pra isso acontecer é o medo. Pois o nosso medo de que ocorra algo igual ao nosso passado, acabamos julgando novas pessoas por atitudes anteriores e nem sempre damos a chance de ser surpreendido.

Então a melhor forma de alcançar o relacionamento sinérgico é não julgar as novas oportunidades pelas velhas, e nem deixar de tomar uma atitude pq não deu certo a primeira vez. E escrever é facíl, difícil é fazer isto hehehe...

E concordo contigo quando ao sexo, ele é apenas um acessorio ao casamento necessario a um momento... após fica amizade, carinho e principalmente um "porto seguro" devido a a intimidade e sinceridade criada pelos laços do matrimonio.


Beijos

Boa semana

Anônimo disse...

Fico sempre pensando se há mesmo outra forma de existir um relacionamento se não aquele em que somos capazes de, sem qualquer esforço, nos anularmos perante o outro, nos importando muito mais com as necessidades de quem amamos. É claro que se anular seria uma afronta ao amor próprio, mas seria também uma forma de construir um único ser, de relação mutuamente importante e mais forte do que a solidão na sua melhor forma pode ser.

Nesse meu pouco são pensamento, a verdade do sentimento entre os dois estaria tão em evidência que tal ser seria inquebrável. Mas então, não seria exatamente essa a busca da nossa vida?! Encontrar um amor deste nível, para que pudéssemos chegar ao nível mais alto do nosso espírito?! E, caso sim, o que acontecerá quando cumprirmos tal objetivo, sendo ele o nosso mais importante?

Angelica Marin disse...

Se eu fosse um pouquinho mais racional, jamais acreditaria em um relacionamento assim, seria uma utopia pra mim.
Juro que só acredito que exista um relacionamento deste nível porque realmente SINTO...desde pequena. Jamais vou esquecer da minha imagem aos 5 anos de idade andando pelo quintal de casa sentindo que isso existe pra mim...é como uma certeza.

Anônimo disse...

Mas agora me fazes confuso... Se já encontraste tal amor, você o vive até agora? Ou passou?

E é... é difícil de acreditar, não?! Mas também, quem disse que devemos ter tanta fé? Talvez nem devamos acreditar mesmo, para sermos pegos de surpresa em dado ponto da vida - que, em princípio, parecia tão inocente - e sermos acalentados por sentimento único, terno e eterno - mas eterno em tamanho, pois em eterno-tempo já não creio...

Angelica Marin disse...

Anônimo,
Respondendo à sua primeira pergunta, não vivo esse amor, talvez nunca tenha vivido...ou já encontrei e não me dei conta de quem seja...
Realmente, as vezes é melhor não acreditar, pra ser pego de surpresa. Mas no meu caso, não posso ignorar minha INTUIÇÃO, é ela que me diz que existe, a minha surpresa será no sentido de confirmação apenas..
Em vários momentos, quando achei que algo fosse coisa da minha cabeça, veio a intuição e me disse que aquele algo era real! Me provou algumas vezes isto, por isso hj não a ignoro mais!
É ela que me persegue, que grita dentro de mim, como se dissesse "NÃO SE ILUDA COM A REALIDADE!"
A questão não é apenas ter fé, pois a fé é algo que vem de dentro pra fora, é a sua força pra fora, já a intuição é de fora pra dentro, é uma força desconhecida invadindo sua mente.
Temos que ter muito jogo de cintura pra pensar sobre relacionamentos, pois o mundo é triste, falta respeito, lealdade e caráter, prefiro não comentar pq eu me revolto com isso!
Acho que temos é que investir na alma...
Respondendo á sua outra pergunta. Talvez seja esta sim a nossa busca, pois de certa forma é uma evolução. Agora, o que acontecerá quando cumprirmos esse objetivo? é uma incógnita!
Não que seja o nosso motivo principal aqui, pois este acho que seja algo além da nossa compreensão, nosso cérebro não foi feito pra entender o pq estamos aqui, apenas pra executar (tanto é que não entendemos até hoje! é óbvio não é?!) Acho que o objetivo em si não é algo tão legal assim pra nós, mas isso é apenas minha intuição que diz, não que eu concorde, ok? =)

Anônimo disse...

é... ok! :)

"bom saber que tem mais gente que acredita"! ao contrário de você (e sua intuição), o que me faz saber da existência é mesmo a experiência de ter vivido tal tipo de relacionamento; antes de viver aquele algo, aquela realidade onde tudo era inexplicavelmente bom, tudo era cor, tudo era brilho, antes de ter parado de olhar para os lados ou de reparar em outras pessoas, antes de depender de outra voz pra dormir e pra acordar, e sem que isso sequer me fizesse mal, antes de tudo isso, eu realmente não cria. mas bem... vem a vida e nos empurra de encontro à realidade, que por menos real que pudesse parecer antes, agora nos é tão óbvia, não?!

encontrar mais pessoas que tem tal teoria como verdade, acho, me faz parecer menos fora deste mundo - mundo este que, como você mesmo diz, é melhor nem comentar porque a revolta tomaria conta do texto...

Angelica Marin disse...

Siiim, anônimo, que bom mesmo que existem mais pessos que pensam assim! dá um alívio em saber que não estou sozinha nessa, ao contrário do que sempre achei.
O ponto mais alucinante nesse tipo de relacionamento (sinérgico) é que não é apenas aquele frio na barriga por estar apaixonado, gostando ou amando, mas em amar a pessoa certa pra vc e ser correspondido, uma coisa fora do comum, algo que vc sabe que tem ligação, algo mágico (e não no sentido de ilusão, mas de realidade!), algo que vc sente que aquilo é pra você. É difícil explicar, mas acho que a descrição do início do texto (que não foi feita por mim) descreve bem o que penso e sinto sobre isso.
E me responda uma pergunta! quem é vc? Sou extremamente curiosa!

Anônimo disse...

hm... Quem sou eu? Como posso responder esta pergunta? Já te fiz esta pergunta, mas faço-a novamente... o que é conhecer? Como eu posso dizer quem eu sou? Dizendo meu nome? Meu signo? Minha idade? A cor dos meus olhos, cabelos ou pele? Já arrisco dizer que você me conhece melhor do que muitos que convivem comigo, que vêem apenas um nome, um rosto, um cargo ou uma companhia. Então, detalhe sua pergunta, que eu detalho minha resposta :)

Anônimo disse...

Angel vc dança no bagdad aos sabados? acho que te vi lá, dança muito bem, além de ser linda de mais...bjs!

Angelica Marin disse...

Anônimo,
Danço no bagdad sim, as vezes nas sextas, outras aos sábados, este mês estou todos os sábados.
Obrigada! =)

Angelica Marin disse...

Anônimo...
"O que é conhecer?"
Como vc mesmo disse, conhecer alguém vai muito além de características comuns, de fato...
Mas...
Como vc me pediu, vou detalhar minha pergunta e vc detalha sua resposta:
Aqui na Terra, nesta vida; rsrs
Qual seu nome?
qual seu signo?
qual sua idade?
qual a cor dos seus olhos, cabelos e pele?

Silas disse...

O fundamento metaífisico espiritualista parace bater na tecla certa, mas não vai ao fundo da questão.

Veja um post meu relacionado a isso:

http://insilasbrain.blogspot.com/2009/08/sobre-apego-amor-e-o-crescimento-da.html

Essa forma de amor que você definiu existe e eu ja vivi. Tem um intuito de colocar o ser humano em contato com um tipo de amor mais refinado.

Nesse post eu falo bem sobre isso.

Silas disse...

Você vai se apaixonar por Jung...

Procura memórias, sonhos e reflexões.

Sério...